logo

publicado em:22/08/18 4:13 PM por: Viana Patricio B Neto

Propõe aos participantes percorrerem o trecho da faixa litorânea e urbana de Natal sobre bicicleta para presenciar conflitos diferenciados da paisagem urbana da cidade, a partir: a) das ocupações consolidadas de áreas de interesse social, situadas entre bairros com população de elevado poder aquisitivo, rede de hotelaria e extensas zonas de proteção ambiental; b) da dinâmica imobiliária-turística, com ênfase na verticalização; e c) dos principais elementos de valores cênicos-paisagísticos, por exemplo o Morro do Careca, o Parque das Dunas e a Ponte Newton Navarro.

 

O percurso iniciará na praia de Ponta Negra (Zona Sul), reconhecida esta pelo potencial imobiliário-turístico; percorrerá a Via Costeira, que concentra os principais hotéis do Estado e o maior parque urbano sobre dunas e com reservas de Mata Atlântica do país. Em seguida, passará pela orla urbana da Zona Leste – especificamente, as Praias dos Artistas, do Meio e do Forte – onde se situa um dos principais edifícios de valor histórico-cultural, o Forte dos Reis Magos – construído este no século XVI; e, para finalizar o primeiro trecho da bicicletada, subirá a Ponte Newton Navarro para ter uma visão panorâmica das diversidades de usos e ocupações do solo das Zonas Leste e Norte de Natal.

 

O segundo trecho da bicicletada passará pela área portuária e pela mancha de interesse social do bairro das Rocas e terminará no sítio histórico-cultural que se encontra tombado pelo IPHAN – bairros da Ribeira e da Cidade Alta.

 

Durante o percurso também serão comentados alguns movimentos urbanos realizados pela sociedade civil de Natal em defesa de questões da mobilidade urbana, habitacionais, ambientais e do patrimônio histórico.

 

Os participantes seguirão de volta para o Hotel Praia-Mar no micro-ônibus disponibilizado pela organização do evento.

 

Distância estimada a ser percorrida: 25km

Exigência: Quem se inscrever nesta Oficina afirma estar na devida forma física e saber utilizar a bicicleta. O percurso tem altos e baixos, em temperaturas por volta dos 30oC. É necessária proteção da insolação com utilização de protetor solar, bonés, óculos escuros etc. O passeio terá o acompanhamento de automóvel, com água, sanduíches leves e bicicleta reserva para eventual substituição. Não haverá parada para almoço, mas o término da atividade está previsto para as 14h.

ATIVIDADE REALIZADA NO DOMINGO, DIA 26 DE MAIO DE 2019. 

NÚMERO DE VAGAS: 20.





Comentários