logo

publicado em:21/05/18 2:15 PM por: Viana Patricio B Neto

Experimentar novas formas de produção e reprodução dos modos de vida e economia, assim como novas formas de relação com o ambiente. Os participantes conhecerão modelos de planejamento, concebidos e implementados com autonomia e persistência do coletivo. A chamada economia feminista tem mostrado como sua implementação resulta em empoderamento, autonomia e alteração de condições de subordinação nos diversos níveis. Assim, os participantes vivenciarão dinâmicas de conversas com os grupos, relações espaciais e afetivas, percebendo o espaço na construção de identidades sociais.

 

Será realizada visita à associação de mulheres que produzem e beneficiam algas para conversas coletivas, dinâmicas sociais territoriais afetivas, almoço, e visita a Gramorezinho, onde visitaremos a horta agroecológica e teremos conversa coletiva sobre o processo de mudança de um sistema de utilização de venenos e agrotóxicos para a produção de alimento no sistema da agricultura ecológica.

 

O almoço será realizado pelas próprias mulheres da associação e servido na localidade, compondo uma mistura regional de paladar, constituindo-se em: saladas, escolha entre duas guarnições, dois tipos de arroz, acompanhamentos e suco.

 

ATIVIDADE REALIZADA NO SÁBADO, DIA 25 DE MAIO DE 2019.

NÚMERO DE VAGAS: 40.





Comentários