logo

publicado em:9/07/18 7:21 AM por: Viana Patricio B Neto

A oficina tem por objetivo promover o diálogo entre pós-graduandos no campo do Planejamento Urbano e Regional e dar continuidade aos debates do IX SEPEPUR a partir dos temas e do olhar dos pós-graduandos. O IX Seminário de Avaliação do Ensino e da Pesquisa em Estudos Urbanos e Regionais, que reuniu docentes e alunos representantes dos programas filiados e associados à ANPUR, em maio de 2018, teve como título: O planejamento urbano e regional em tempos de crise: mobilização, criatividade e resistência. A partir dos temas e pesquisas dos pós-graduandos a oficina buscará identificar o que vem sendo estudado e pesquisado e de que forma poderá contribuir na promoção de novos processos de mobilização, de criatividade e de resistência e ajudar a reconstruir a reflexão e a ação no Planejamento Urbano e Regional.

Estarão em pauta tanto os trabalhos em desenvolvimento, com seus objetivos, fundamentos e metodologia, quanto às formas e condições de sua produção, na atual conjuntura de crise vivida pela universidade brasileira, marcada por restrições de recursos à pesquisa e ao ensino de pós-graduação, e por uma dinâmica de trabalho muitas vezes solitária, em que solidariedade e concorrência caminham lado a lado. Qual a natureza e o papel da pós-graduação no atual momento?

O desafio é investir em novos temas, desbravando e dimensionando processos que são pouco conhecidos; enfrentar e desvendar as dicotomias crescentes, avaliando com que setores é possível se articular; e apresentar propostas de resistência e inovação por meio do ensino, da pesquisa e da extensão na área.

Espera-se que a OFICINA venha a ser um ganho para as pesquisas individuais dos pós-graduandos quanto à oportunidade de perceber um quadro da diversidade de situações e experiências no país e das diferentes práticas e expectativas em relação ao papel da pós-graduação.

INSCRIÇÕES

Os interessados, doutorandos e mestrandos com pelo menos um ano de início como aluno regular, devem se inscrever previamente, apresentando um texto de duas a três páginas, indicando todos os itens abaixo e apontando a que tema seu trabalho se refere dentre os 16 das sessões temáticas do XVIII ENANPUR:

1. Nome, Programa, Mestrado ou Doutorado, Ano de início, Orientador

2. Título da pesquisa

3. Sessão Temática pertinente

4. Qual a questão central da pesquisa

5. Objetivos

6. Metodologia: como abordará o tema para atingir os objetivos (não se trata de descrever procedimentos operacionais)

7. Principal bibliografia (cinco a dez indicações)

8. De que modo sua pesquisa dialoga com o tema da OFICINA, utopia – transformação, e o que aporta como debate e como contribuição

9. De que modo sua pesquisa dialoga com problemáticas regionais e com a discussão nacional e/ou internacional sobre o tema

10. Principais impasses e dificuldades (bases conceituais, referencial teórico, método, acesso a fontes, estrutura da tese, outros)

Prazo para inscrição: segue o mesmo calendário de submissão de trabalho ao XVIII ENANPUR.

Serão oferecidas 32 vagas. Quem não for selecionado ou não se inscreveu pode assistir.

A oficina será orientada por quatro docentes, que formarão dois grupos, cada um com 16 alunos. A atividade começa e termina com todos juntos e se desenvolve da seguinte maneira:

08:00 > 08:30 – Apresentação da proposta e sistemática de trabalho

08:30 > 10:30 – 4 alunos

10:30 > 12:30 – 4 alunos

14:00 > 16:00 – 4 alunos

16:00 > 18:00 – 4 alunos

18:00 > 20:30 – Síntese e avaliação

Consiste em atividade didática de 15 horas de duração, sendo 11 de atividade orientada e 4 horas de trabalho individual de preparação do resumo e da apresentação e, ao final, redação de uma avaliação.

 DOMINGO, 26 DE MAIO DE 2019, DAS 08:00 ÀS 20:30

32 VAGAS





Comentários